A comunicação com o resto do mundo

A necessidade de tornar as cidades mais próximas, por motivos comerciais, empresariais ou pelo incremento do turismo, tem promovido a melhoria das infraestruturas aeroportuárias existentes e a construção de novas. 

A RRC tem no seu currículo a intervenção em vários aeroportos e aeródromos nacionais (Faro, S. Miguel, Tires-Cascais) e de países lusófonos (S. Tomé e Príncipe).

A FCC Construcción executou numerosas obras aeroportuárias de grande complexidade como Terminal de Passageiros T-1 do aeroporto de Prat em Barcelona, o edifício terminal e estacionamento de Palma de Maiorca, a terceira pista de Barajas-Madrid, e o novo edifício Terminal T4 de Barajas-Madrid, obra que recebeu o premio Internacional “Puente de Alcántara”.

A nível internacional, executou a torre de controlo do aeroporto El Dorado, na Colômbia (considerada a mais alta da América Latina), ampliou o aeroporto de Riga, e construiu as pistas de descolagem e aterragem na Roménia e Irlanda. 

A área de construção do Grupo FCC desenvolveu edifícios terminais, torres e centros de controlo, pistas, áreas de estacionamento e serviços aeroportuários. No total construiu mais de 4,5 milhões de metros quadrados de pistas aeroportuárias e 2,2 milhões de metros quadrados de terminais aeroportuários.

 

Algumas referências

                                                                                                      
                   

            Aeroporto de Faro                                                                             Aeroporto de S. Tomé e Príncipe                                                       Aeródromo de Tires, Cascais