Arquitetura de prestígio e singular

No total a área de construção do Grupo FCC executou mais de 25 milhões de metros quadrados de edifícios não residenciais, alguns dos quais se converteram em ícones: a cidade das Ciências de Valencia, a Torre Porta Fira em Barcelona, a cidade da justiça de Barcelona, a Torre Castellana, a Torre Picasso e o estádio Wanda Metropolitano em Madrid, distintos hospitais nacionais e internacionais, o terminal T4 do aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas, entre outros.

Respondendo às necessidades do país e ao seu crescimento económico, a RRC construiu já quase três milhões de metros quadrados de edifícios de distintos usos, destinados a cobrir uma procura de carácter institucional, empresarial ou rotacional.

Englobam-se neste grupo os edifícios de escritórios, comerciais e culturais, universidades e outras escolas, hospitais, hotéis, entre outras obras, algumas das quais projetadas pelos mais prestigiados arquitetos nacionais.

 Algumas referências

                                     

                               Edifício II do ISCTE, Lisboa                                                             Laboratórios da BIAL, Maia                                                                          El Corte Inglés, Gaia                                                                 Esc. Manuel Fernandes, Abrantes                  

 

Faculdade de Medicina Dentária, Univ. Lisboa
Departamentos de Física e Geociências, Univ. Aveiro
Escola de Santa Luzia, Elvas
Escolas em Braga, Porto, Abrantes e Rio Maior (Parque Escolar)
Hospital da Prelada, Porto
Novos Laboratórios da EPAL, Lisboa
Edifício administrativo da EDP, Penafiel
Hotel e SPA Authentic Bicas, Comporta