FCC Construcción, com uma experiência acumulada de mais de um século de história, é a área de Infraestruturas do Grupo FCC, empresa de referência internacional em serviços ambientais, agua e construção.

As suas atividades abrangem todos os âmbitos da engenharia e da construçao civil e edificação.

Tem sido uma pioneira no desenvolvimento de seu modelo de negócios de forma rentável e sustentável, o desenvolvimento local e ajudando a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

A Ramalho Rosa Cobetar - Sociedade de Construções, S.A., adiante designada por RRC, surgiu em 1997, resultado da fusão por incorporação da Cobetar na Ramalho Rosa, como consequência do acordo entre as empresas FCC e Dragados.

Em 1998 a RRC passa a ter como único acionista o Grupo FCC Servicios Ciudadanos, situação na qual se encontra atualmente, com um capital social de 11 milhões de Euros, tendo a sua sede em Lisboa.

Nos últimos anos, medidas governamentais de controlo do défice público, levaram a uma recessão na atividade de construção. A RRC adaptou a sua estrutura ao volume da atividade ao mesmo tempo que promoveu, desde 1999, a implementação dos sistemas de gestão de qualidade e ambiente.

Assim, a RRC tornou-se a primeira empresa portuguesa de construção a receber os certificados ISO 9001:1994 e ISO 14001:1999. Em 2010 obteve a certificação OHSAS 18001.

Datas relevantes
1967 A Ramalho Rosa é constituída como sociedade de responsabilidade limitada, transformada posteriormente em sociedade anónima.
1987 A Cobetar constitui-se como sociedade de responsabilidade anónima.
1989 A Ramalho Rosa é adquirida pela Dragados e a Cobetar pela FCC.
1996 Constituição da Ramalho Rosa Cobetar, S.A. por acordo entre as empresas Dragados e FCC.
1998 A Ramalho Rosa Cobetar, S.A. passa a ter como único acionista o Grupo FCC.