Pontes e viadutos

A melhoria dos materiais e procedimentos construtivos das grandes estruturas facilitou o grande desenvolvimento da construção viária, tornando possível a construção de pontes capazes de dar resposta às limitações impostas pelos parâmetros de desenho, e que minimizam o impacto do traçado, salvando acidentes naturais ou outras construções.

A RRC executou, nos últimos anos, várias pontes e viadutos, de todas as tipologias com sistemas construtivos atuais e a mais apurada técnica: pontes fixas e levadiças, de aço, de betão e mistas; pontes de alinhamento recto com vãos médios ou de grandes vãos, em arco atirantadas e suspensas, construídas “in situ” sobre cimbre estático, cimbre auto-lançável, empurradas, por avanços sucessivos ou utilizando grandes gruas marítimas.

Também dispõe de licença de aplicação do sistema suíço de pré-esforço BBR, extensível às mais variadas obras. A BBR, também do Grupo FCC, tem equipamentos de “heavy lifting” e específicos para a construção empurrada de pontes.

Principais referências

Viadutos do IC4, Algarve

Viadutos do IP2, Abrantes a Mação e Castelo Branco

Ponte do rio Arnóia, Óbidos

Viadutos do nó da A1 no Carregado

Ponte da Gala, Figueira da Foz

Viaduto de Vila Formosa, Alter do Chão

Viaduto do Corgo (integrado na autoestrada Transmontana)

Veja mais referências

Fotos