Filtro de procura
Voltar

Iniciada a construção da Célula 4 do CIRVER da ECODEAL

01/08/2011

Iniciada a construção da Célula 4 do CIRVER da ECODEAL

O aterro de resíduos perigosos, integrado no CIRVER da ECODEAL, construído pela RRC e a funcionar desde Junho de 2008 no concelho da Chamusca, integra uma Unidade de Estabilização e aterro de resíduos perigosos.

Iniciada a construção da Célula 4 do CIRVER da ECODEAL

O aterro destina-se ao armazenamento definitivo, em condições de segurança, das lamas estabilizadas resultantes do tratamento de resíduos da Unidade de Estabilização, e também de outros resíduos perigosos para os quais a alternativa de gestão mais adequada seja a deposição em aterro.

A presente empreitada de construção da Célula n.º 4 do Aterro de Resíduos Industriais Perigosos do CIRVER, com o valor de 1.391.251,17€, corresponde à segunda célula a ser construída e tem um prazo de 5 meses. A célula em causa é composta por dois alvéolos funcionalmente autónomos e independentes. A empreitada compreende todos os trabalhos de construção civil (movimento de terras, redes de drenagem e órgãos complementares em betão armado e pré-fabricado), de instalações elétricas e do sistema de proteção ambiental (sistema de impermeabilização e de proteção do fundo e taludes laterais). Em complemento à construção da célula, será executa uma bacia de armazenamento de águas limpas e a reabilitação da bacia de armazenamento de lixiviados já existente.