Filtro de procura
Voltar

FCC com a ponte de Mersey em Liverpool alcança o seu maior contrato no Reino Unido por 700 milhões de euros

08/07/2013

FCC com a ponte de Mersey em Liverpool alcança o seu maior contrato no Reino Unido por 700 milhões de euros

A adjudicação inclui projeto, construção, financiamento, conservação e operação da nova ponte sobre o rio Mersey. Pelas novas instalações circularão mais de 80.000 veículos diariamente. Serão criados mais de 4.600 postos diretos e indiretos para sua operação e conservação.

FCC com a ponte de Mersey em Liverpool alcança o seu maior contrato no Reino Unido por 700 milhões de euros

FCC é adjudicatária do contrato para projeto, construção, financiamento, conservação e operação da ponte sobre o rio Mersey em Liverpool (Reino Unido). Trata-se do maior contrato alcançado até ao momento pela FCC nas ilhas britânicas pelo valor de cerca de 700 milhões de euros.

A nova ponte terá um comprimento de 2,13 quilómetros e servirá a cerca de 80.000 veículos diários. A construção da ponte começará, segundo as previsões iniciais, em finais deste ano e a duração das obras estima-se em três anos e meio, pelo que a data de abertura ao trafego está prevista para o final do primeiro semestre de 2017.

O Grupo de Servicios Ciudadanos da FCC tornou-se adjudicatário através de um consórcio em que participava, tanto para a concessão como para a construção. Na concessionária tem como sócios a Bilfinger, Sanef e a Macquarie enquanto para a construção está acompanhado da Samsung CT e Kier. Entre os finalistas deste concurso participaram multinacionais como as Balfour Beatty, Bouygues, Hochtief e Iridium, entre outros.

O projeto

FCC construirá um novo atravessamento sobre o rio Mersey na localidade de Liverpool com comprimento total de mais de 2 quilómetros localizado a este de Silver Jubilee Bridge (inaugurado na década de 1960) e que apresenta graves problemas de tráfego.

O elemento mais singular de todo o contrato é a ponte propriamente dita com um quilómetro de extensão. Trata-se de uma estrutura atirantada de 42 metros de largura e uma altura máxima de 125 metros. O projeto inclui também a remodelação de 7 quilómetros de estradas de acesso, 2,5 novos quilómetros de autoestrada e a renovação de outros 4,5 quilómetros de autoestrada, assim como as diferentes ligações.

Será instalado um sistema de portagem “free-flow”, que permite o pagamento das tarifas de portagem mediante leitura automática de matrículas de veículos graças a um avançado sistema tecnológico que não necessita deter o fluxo de tráfego.

Melhoria das atuais infraestruturas

Durante todo o processo de construção, operação e conservação da nova ponte prevê-se a criação de 4.600 postos de trabalho tanto diretos como indiretos. O projeto beneficiará não apenas a área da região de Liverpool, com uma população de mais de 1,6 milhões de habitantes, mas também toda a área noroeste de Inglaterra.

Experiência na construção de pontes

A FCC tem uma ampla e consolidada experiência na construção de pontes. Nos últimos 15 anos, o Grupo executou mais de um milhão de metros quadrados de pontes, de todas as tipologias e sistemas construtivos. Entre as várias pontes que construiu destacam-se a ponte de Alamillo, em Sevilha, a de Sajonia, a de Otopeni em Bucareste, a de Azud del Oro, em Valencia, o viaduto de Basarab, na Roménia e o viaduto de San Marcos, o segundo mais alto do mundo, no México.

Na passada semana, a divisão de Construção da FCC inaugurou um dos tramos de comunicação mais importante da União Europeia, a ponte que une as cidades de Vidin (Bulgária) e Calafat (Roménia), à qual assistiram os dois primeiros-ministros de ambos países.

Encontram-se atualmente em construção várias pontes de relevância, tais como a nova ponte de acesso à ponte Centenário no Panamá e a ponte de Gerald Desmond no Porto de Long Beach, em Los Angeles.