Filtro de procura
Voltar

Em curso a construção das barragens de Ribeiradio e Ermida

30/06/2011

Em curso a construção das barragens de Ribeiradio e Ermida

Nesta empreitada para a Greenvouga (EDP), orçada em 88.400.000€ e realizada através de um Consórcio formado pelas construtoras FCC Construcción, Ramalho Rosa Cobetar (RRC) e OPWAY, serão construídas as Barragens de Ribeiradio e de Ermida, os acessos à Barragem de Ribeiradio e o restabelecimento da estrada EM 569 no rio Vouga, nas proximidades de Aveiro.

Em curso a construção das barragens de Ribeiradio e Ermida

A barragem principal,a de Ribeiradio, é uma barragem por gravidade em betão com eixo circular, com 262m de comprimento no coroamento, altura máxima de 74m e um volume de 230.000m3. O descarregador de cheias está formado por 3 vãos de 13x13 m, com comportas tipo segmento e descarga de fundo de 2,5 m de diâmetro. A bacia de dissipação forma-se mediante um contra-açude em betão com 6m de altura máxima, situado a 135m a jusante da barragem.

A Central Hidroeléctrica está construída em poço circular com Ø23m e 36m de profundidade e dispõe de um único grupo gerador que se alimenta através de circuito hidráulico subterrâneo, integrado por: tomada de água, galeria de adução de 205m por 5,5m de diâmetro e restituição à bacia de dissipação.

A Barragem de Ermida, para gerar o contra-açude, é também de gravidade e em betão, mas a sua directriz é recta com 175,1m no coroamento, altura máxima de 35m e um volume de 75.000m3. O descarregador de cheias é de lâminas aderentes e sem comportas, com descarga de fundo de 1,2 x 1,5m numa bacia de dissipação de 30m. A central hidroeléctrica está equipada com 2 geradores alimentados por circuitos hidráulicos independentes que atravessam o corpo da barragem.

Os acessos à Barragem de Ribeiradio terão um comprimento de 1,34km pela margem direita e de 1,00Km pela margem esquerda, com uma pendente média de 10%, com um traçado de montanha e uma plataforma de 6,5m, com 2 vias de 2,75m e bermas de 0,50m. O restabelecimento da estrada EM 569 na margem direita da barragem da Ermida, terá 2,35Km de comprimento e inclui a construção de uma ponte sobre a Ribeira de Salgueira.

Para a construção da obra serão necessários mais de 570.000m3 de escavação, 370.000m3 de betão e 7.700 t de aço.

A FCC Construcción (accionista principal da RRC) tem uma vasta experiência na execução de obras hidráulicas, sendo que actualmente está a construir mais de seis grandes barragens de diversas tipologias em Espanha (Castrovido de 99m de altura, Yesa de 117m, Enciso de 105m); no México (El Zapotillo de 132m) e na Bulgária (Tsankov-Kamak de 130m).